Blog Parceiro:Minha Melhor Versão

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Gratidão!






Há muito tempo que tenho o desejo de escrever sobre a gratidão, essa palavra parece que virou moda,  tenho visto em diversas redes sociais, camisetas, cartazes e por aí vai, mas espero que como tudo que se torna moda um dia cai de moda, isso não aconteça com a gratidão.
Disse que faz tempo que quero escrever mas não conseguia, era uma palavra, um sentimento tão bonito, porém nada me passava pela mente para escrever, até que ontem ouvi uma frase da Clarice Lispector “Até onde posso vou deixando o melhor de mim...Se alguém não viu, foi porque não me sentiu com o coração. “. Primeiro essa frase me emocionou sem nenhuma reflexão, sabe aquela frase que te dá vontade de chorar e você nem sabe ao certo porque. Depois comecei a pensar sobre ela e fiquei um pouco triste, devo confessar, porque comecei a lembrar das tantas e tantas vezes que deixei esse meu melhor, que fiz esse melhor e ele não foi reconhecido, não houve uma retorno, um agradecimento, nada, ele passou em branco, pensei... de que valeu o esforço.

Mas da mesma forma que esse pensamento veio, logo outro tomou minha mente e junto dele um sentimento… Pensei... mas eu sei, eu me reconheço, me senti feliz por ter feito aquilo e me sinto grata por isso.
Foi aí que surgiu a gratidão, nem sempre ela vem de fora pra dentro, nem sempre virá do outro, na verdade acho que esse é um sentimento muito mais de você com você mesmo, interno, do que do outro para conosco. E ao relembrar todos aqueles mesmos momentos com esse sentimento vi que tudo valeu a pena. A gratidão que senti por ajudar, por me doar, por ouvir, por fazer algo por alguém já me fez muito bem; e que esse algo pode ser qualquer coisa simples, como ajudar a atravessar uma rua, indicar um caminho certo quando a pessoa está perdida, um abraço, um olhar, um bom dia, sei lá, qualquer coisa é válida. E você saberá que valeu quando ao dar o seu melhor sentir essa gratidão por dentro.
A gratidão não é apenas uma palavra bonita de se escrever, não é apenas uma moda, não é apenas um sentimento, ela é um modo de vida. E se busco dar esse melhor de mim vou me sentir grata sempre, mesmo que os outros não possam me sentir com os olhos do coração ou com gratidão. No fim isso diz mais sobre como me vejo do que como os outros me veem.

2 comentários:

  1. Oi, Patty,

    Por isso, no texto da Bíblia encontramos que "há mais alegria em dar do que em receber" (nem me lembro qual é o versículo específico) mas, o que importa é perceber que quando somos o melhor para alguém, somos o melhor para nós mesmos!
    Muito linda a sua postagem!
    Obrigada por partilhar.
    Abração,
    Drica.

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo