quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Boas notícias!!!



Essa é a minha imagem da blogagem coletiva do grupo Interative-se!  

Boas Notícias!!!

Por vezes sentimos vontade de fugir dá realidade. Dizer para vida cansei das contas, horários, prazos, rotinas,  dores , desilusões e doenças. Cansei das maldades do mundo, da falta de amor e compaixão. Parei com a fome, drogas, vícios, violência, falta de gratidão. Cansei!
Mas penso como seria um mundo ideal sem todas essas coisas ruins, desagradáveis e irracionais?
Numa utopia total, seria o paraíso. Mas será que o paraíso existe?
Para os espíritas existe sim um lugar, após a morte, de acolhimento que se aproximaria muito desse tal paraíso, Chico Xavier em seus livros o nomeia como Nosso Lar. Muitos filmes retratam o paraíso como um lugar todo ensolarado, de paisagens belas, campos abertos, pessoas felizes correndo de branco, em plena harmonia.
Um lugar de renovação espiritual, de felicidade, de busca de equilíbrio, de amor e muita paz é o que desejamos.
Mas até chegar esse momento (e espero que demore muito, muito mesmo), será que não podemos ter um pedacinho desse céu, dessa plenitude, aqui mesmo, na terra?
Acredito que sim, quer dizer já tivemos um paraíso e o perdemos, segundo a Bíblia, e na verdade o perdemos e o ganhamos todos os dias. O perdemos quando mentimos, magoamos, ferimos o outro, quando não reconhecemos nosso valor ou simplesmente não fazemos o bem a nós mesmos ou ao outro. Mas, em meio a essa perdição, nos restou nosso paraíso pessoal àquele que reside dentro de cada um de nós.

Talvez a realidade, nossa realidade, seja apenas um caminho, uma estrada, para chegarmos nesse outro patamar glorioso, contudo, podemos desfrutar de muitas alegrias durante a jornada até lá, nosso paraíso pessoal.
Um desses caminhos é a espiritualidade, e não falo aqui de religião, mas sim da sua ligação com Deus, que não precisa, necessariamente, estar ligada a uma prática religiosa. Nossa espiritualidade nunca pode ser vista como ponto final, ela é estrada, a trilha, a ponte para a travessia pelos caminhos da vida.
Também podemos nos conectar com nosso paraíso, quando perdoamos, quando amamos verdadeiramente, quando somos gratos, ou seja, quando abrimos nosso coração e nossa mente para nos conectar com o que temos de melhor. Fomos feitos de amor e por amor, e isso está na nossa essência. Amar e ser amado.
E apesar dos noticiários, propagarem diariamente, minuto a minuto, tragédias, onde a participação do homem está ativa, no mais alto grau de falta de amor e humanidade, não podemos nos esquecer que notícia boa não vende jornal. E que as noticias boas, das ações boas, realizadas por pessoas boas, não são noticiadas na mesma proporção, por isso temos essa ilusória noção de que o mundo está se transformando em um imenso mar de maldades. Não acredito nisso, creio que falta-nos mais informação, mais jornais da boa notícia, mais interesse na felicidade alheia e não na sua desgraça, mais amor geraria mais audiência para o bem.  
No fim, apesar de tudo de ruim eu já resgatei o meu melhor. Vou voltar à vida por que ela impõe muitos desafios, mas nos assegura retornos infindáveis quando realizamos qualquer tarefa oferecendo o nosso melhor. Sendo assim, sou grata a ela, por me permitir esses momentos de reflexão que renovam o coração.

Um comentário:

  1. a delicia da vida são os seus desafios!

    mami - http://mami.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo